Se eu voltasse no tempo, daria tempo de você pausar em mim ?

Tudo está um caos, confuso e agitado na vida dela. O chão treme e ela parece cair  a qualquer instante. Ela está tonta, trêmula, fraca e desvalida. 
Garota enrolada e completamente maluca. Ela tem tudo, exatamente tudo para ser feliz mas isso à deixa louca!
A vida já foi mais tranquila, ela já foi sem pressa. Na época dela ser educada era ficar em silêncio. 

E só para provar depois de tudo que aconteceu que não é tão confusa quanto parece,  resolveu dar um tempo, não quer mas nada, nem cheiro, nem afago, nem conversas intermináveis pela madrugada, não quer sorriso, nem olhar de felicidade ao vê-la. Não quer passeios, nem  ninguém mostrando que vale a pena lutar pelo que se quer. Não quer quase infartar de felicidade por que o telefone tocou e era você sem motivo algum. Não quer desistir de nada outra vez. Não quer mais confundir sacrifícios com covardia e muito menos amor com loucura. 


Tudo isso resolveu a garotinha... só esquecendo do quão indecisa ela é esqueceu de decidir, decidir. E a decisão de não querer mais nada desceu ladeira abaixo feito água de cachoeira quando se deu conta de que cometeu sua ultima indecisão por causa de uma próxima. E quando o sentimento é legítimo, este dura para sempre; e qualquer reencontro, será como a primeira vez.

Ela viu nos olhos dele a mesma decisão, ele viu nos olhos dela a ladeira abaixo... Ambos viram que é legitimo, que é verdadeiro e que vai ter reencontro. E que falta coragem para tudo neles, menos para amar.

Ela tenta agora pensar em várias coisas, tenta mudar o foco, pensa em flocos de neve, papai noel, em caminhar após chegar do trabalho. É meio estranho estar sempre voltando ao mesmo pensamento. Sei que é meio idiota, mas, gosto de pensar desse jeito rs e se estou em pé no ônibus solto uma das mãos daquela barra de ferro para meu corpo balançar como se estivesse a bordo de um navio ou de você rs. Fecho os olhos e me faz tanto bem... Ta bom, já sei, isso é patético. Nathanny, minha companheira de viagem, me vê todos os dias fechar os olhos e o bem que me faz, e você mesmo nem sabe. Mas Nathy é uma querida e aguenta minhas bobeiras. Suspiro tanto quando penso em você. Chorar mesmo, só as vezes quando caminho devagar certa de que na próxima esquina eu não vou te encontrar.

Vezemquando rs sorrio e imagino passando a ponta do meu dedo no lóbulo da sua orelha e repito algo em voz baixa dentro de casa, algo que talvez você saiba mas não entendeu ainda...

Te amo, te amo, te amo dorme com  Deus. E depois eu durmo e sou eu quem sonho. Sonho com nuvens, espaços azuis, pérolas no fundo mar. Um beijo....

Acordo e novamente.



Em algum lugar eu li o verso abaixo e acho que é assim que é:

Não posso culpar o vento pela desordem feita, afinal, eu deixei as janelas abertas... #saudade






Postagens mais visitadas deste blog

Encontro com Deus

Sobre Recuar

Uma dor que dilacera a alma Endometriose.