Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2013

Se por possível passa de mim esse cale-se.

Tenho certeza que ando chorando na direção certa mesmo me sentido fora do caminho.

Quando finalmente encarei as coisas que me incomodavam, elas me perguntaram: O que lhe fizemos ? Como eu não soube ( nem sei ) o que responder, estamos fazendo as pazes.

Mais dói tanto isso, tanto e tanto que eu seco de chorar e não passa. Não entra na minha cabeça que o discernimento das coisas vem através da experiencia, tipo, errar é melhor que evitar ? Que vontade de gritar, meeeeeeeeerda.
Me sinto tão incompreendida que quando alguém entende qlq coisa sobre mim me ligo a ela imediatamente (#sqn) o problema nisso tudo é que não tem ninguém, não há respiração ligada a mim do outro lado, não ninguém que segure a minha mão e escute minha alma gritar... A raiva de estar assim anda me consumindo. A única compreensão que tenho é do meu silêncio, mas ele coitado, acho que já ta de saco cheio de mim.

Tão ridículo isso ! por um lado se alcança  uma intimidade num gral nunca imaginado, por outro lado isso tem…

Caminhada parte 1

Quero alguém que venha junto. Cansei de caminhar sozinha. Quero ir além. Quero parar de ir só até onde o braço alcança e os olhos enxergam. Quero ir, sem ter aonde ir. Porque todo destino marcado sempre decepcionou muito. Quero alguém par ir junto, sim, juntos, essa é a parte que importa.

Quero alguém que reclame da minha mania de ler todas as placas e da forma como eu dramatizo o jeito (seu) disperso. Levaremos somente a bagagem de mão, vamos somente com o coração. Por favor esqueça a cabeça por aí...em mim se quiser. Vamos juntos simplesmente porque eu cansei de solidão e é extremamente fria a noite mesmo que os termômetros me desmintam. É fria a cama e é quente demais a saudade. É fria minha espera e é quente o meu amor.

É frio a caminhada solitária. Quero alguém para fazer o gelo derreter.