Encontro com Deus

Amigos, não dá para explicar o que aconteceu comigo nem muito menos o que eu estou sentindo agora; mesmo que eu descrevesse cada passo que dei lá, cada palavra que ouvi ou até mesmo o que comi, bebi e vesti ainda assim não explicaria.
Passei uma semana inteira contando para os meus amigos no trabalho que eu iria a esse encontro com Deus, na verdade eu não tinha certeza eu dependia da minha supervisora liberar, mas algo em mim me dizia que eu iria.  E eu dizia, -gente estou muito ansiosa para encontrar Jesus! e elas -amiga ta pensando em morrer? rs.
Viviane e Wanice minha supervisora e gerente me liberaram e também me deram a maior força... Não consigo identificar bem agora  que tipo de medo era aquele que eu sentia também além da ansiedade, se era medo de não achar tão bom quanto as outras pessoas que já passaram por esse "encontro' ou medo do que aconteceria lá. O que eu sei é que meu estomago estava totalmente comprimido de tanta expectativa sentida.
Não tinha arrumado nada ainda até o ultimo momento, foi um correria só, mas deu tudo certo! Estava pronta na hora que a pastora e o pastor chegaram na minha casa. Muuito nervosa, muito mesmo (aposto que Daniel Lima lendo isso me imaginou com um sorriso largo) costumo não parar de sorrir quando estou nervosa, até minha Bíblia esqueci mais a minha pastora entrou em ação novamente ' Leva a minha'  e eu me senti a mais especial da terra -poxa 3 dias com a bíblia preferida da minha pastora! Chegando lá já estavam algumas pessoas que faziam parte do apoio ao encontro e vieram nos receber... Fiquei o máximo de tempo abraçada com minha pastora (nessa hora eu voltava a ter 4 anos de novo rs) Ela e o pastor me ajudaram a levar a bolsa para o dormitório feminino, e lá perguntaram quem era eu, de onde vinha, e ela respondeu  - É minha discípula. Eu olhei pra ela e abracei mais forte ainda e pensei-eu sou alguém para alguém (mainha e painho não conta rs). Aí me lembrei do ultimo culto na ADBR em Natal que Deus me disse “afastarei de ti os seus e colocarei os meus, eu não duvidei mais passei um tempo prcurando desde que saí minha terra, e encontrei Aleluia”. Deixei a mala no quarto e fui despedir-me do meu pastor  e falou assim - Filha obedece tudo que eles mandarem, se sentir sono peça água/café lave o rosto mais não perca nada!
 E essa frase fez um eco mental que eu não conseguia entender... Obedecer, obedecer, obedecer.
A partir disso não posso dizer mais nada do que me aconteceu por lá, mas posso contar que mais na frente entendi o porquê que as palavras do meu pastor haviam me tocado tanto. Pensando na minha vida toda, analisando tudo percebi que nunca fui obediente a Deus.
Aceitei Jesus aos 11 anos de idade na Assembleia de Deus bela vista em Natal Rn, não fiquei muito tempo e me lembro com riqueza de detalhes das minhas tias dizendo que era só chegar o carnaval  ou são João que eu esqueceria a bíblia" eu fazia parte do corinho chamado Cordeirinhos de Jesus, minha roupa a apresentação estava na costureira quando minha resolveu vir embora para o Rio de Janeiro e me deixou morando com meu pai que não me deixava ir para a igreja por ser longe da casa dele, então acabei voltando para Igreja Católica Matriz Nossa Srª do Perpetuo socorro onde fiz 1º Eucaristia, fui da recepção de boas vindas, cantei na carismática,e fui acolita que é conhecido vulgarmente como coroinha entre outras coisas mais, eu praticamente morava na igreja (Lembro da irmã Eurides um freira, que dizia a painho e mainha que aos 18 anos eu me consagraria freira). E daí é o que todo mundo que me acompanha já sabe, fui para o mundo, saí de casa cedo, virei dançarina etc...  E aos 16 anos morando sozinha conheci uma pessoa muito especial chama Márcia que me adotou como sobrinha e cuidava de mim, ela era crente e me levava a igreja, era a Nazareno Zona sul (Massa demais) e lá aceitei Jesus de novo ( tenho a bíblia que ela me deu até hoje) Mais eu dançava e as pessoas que trabalhavam comigo na banda me zoava muito, grande crente vc é dançando aqui seminua, e eu choravaaaaa demais e me afastava da igreja e da companhia de pessoas que só queriam o meu bem. Dos 16 aos 19 fiquei nessa gangorra emocional que só me lavava ao desgaste emocional e também tinha um noivo nessa época que não acreditava em Deus e por causa dele que detestava minha idas a igreja acabei fazendo qo de pior poderia acontecer abandonei de vez Jesus, comocei a ler livros espíritas e andar com pessoas que frequentavam centros eu não frequentava, mas estava quase convencida que eles falavam a verdade, até que aos 23 anos já cansada de andar de um lado para o outro com a mala na cabeça  para dançar e vulgarizar o meu corpo entrei no ônibus da banda para uma viagem de 10 horas, sentei na poltrona que tinha meu nome em cor-de-rosa e disse Deus eu to indo lá gravar mais esse DVD, se der tudo certo lá eu vou entender que sou dramática e meu lugar não é na igreja, mais se não der eu volto e vou ser crente rs, eu não tinha noção do que estava dizendo, e é claro que não deu certo Jesus não ia querer me ver fazendo aquilo, como eu não estava preparada psicologicamente entrei em depressão, pintei meu cachinhos dourados de preto,cortei bem curtinho e só chorava. Acabei me recuperando e voltei a dançar... Eu esqueci o que falei a Deus naquele ônibus, e as coisas nunca foram as mesmas... Cada vez que subia no palco, eu gelava, meu pé doía, e muitos desentendimentos começaram a acontecer. Eu amava a minha apresentação individual (eu era única que tinha) mais aqueles gritos de gostosa/linda/etc.. começaram a ser recebidos por mim de uma forma terrível e meu sentia uma mercadoria com preço e prazo de validade... E na festa de maior são João do mundo Campina Grande eu surtei; comecei a chorar e não quis mais dançar... A gravação começou sem mim, e eu tinha consciência que a minha carreira havia sido comprometida. Devolvi os figurinos pelo correio, arrumei um emprego normal como todo mundo, mas não voltei para igreja, fiquei com vergonha de tantas idas e vindas... Como voltei todo mundo sabe, conheci Jane e ela não desistiu de mim nem um só minuto.

E aqui estou até hoje graças a Deus, mas antes do ENCONTRO COM DEUS  não entendia o porquê de tantas idas e vindas, o porquê de mesmo Jesus me livrando da morte 2 vezes eu era assim, uma seguidora da palavra, porém fria e capaz cair ou me deixar levar... Entendo agora...

Na minha cabecinha, não usar short curtinho para não desperta no próximo o que eu não posso suprir já bastava, ou o ato de dançar mais para o mundo já estava suficiente... Achava que ser cristã era isso, E É TAMBÉM!! Mas esse é o segundo passa e ninguém nunca me avisou ou eu nunca estive atenta para perceber. Deus precisou me arrancar ( não é drama é essa mesmo a palavra) dos meus, da minha terra para que pudesse entender o que é ser crente, me levou a esse ENCONTRO COM ELE me mostrou tudo, timtim por timtim..

Foi preciso entender a CRUZ,e esse é o primeiro passo! Foi preciso entender que ela foi por mim, e eu não falando de assistir um filme da paixão de cristo não, eu to falando de entender, de sentir cada passo, cada gota de sangue, cada prego, cada espinho é preciso entender e deixar Jesus te revelar que aquele olhar de dor durante o caminho para a crucificação também era um olhar de amor e por amor.
É só ouvir ele dizer:  - Filha te amo, ta doendo mas eu te amo, estou sangrando e cada gota é por você porquê te amo, estou aqui para te salvar porque eu sou o teu PAI DE AMOR E CUIDO DE VOCÊ! Só peço OBEDIÊCIA, pois o teu corpo será templo e morada do ESPIRITO SANTO. Ele não será mal educado, só irá te aconselhar de você quiser e deixar... E se por acaso você errar e verdadeiramente se arrepender é só ouvir ele dizer " vem filha amada vem, como esta, em meus braços descansar"

Depois de entender tudo isso, depois de toda essa revelação que me foi dada; eu me sinto envergonhada por todos os anos que vivi em desobediência... Sinto-me constrangida por só agora entender isso, entender o que é CRUZ. É um constrangimento tão doloroso, que minha vontade era nascer de novo e o mais incrível é que ele me deu essa oportunidade E EU NASCI DE NOVO  e eu voltei desse encontro, renovada, lavada, alegre... Hoje eu não preciso olhar para o espelho para me ver ter certeza que estou feliz, porque eu já acordo na certeza!!!

Ando meio louca pela história da cruz, até pisar na lama e sujar meu tênis branquíssimo esta sendo especial...
A mais linda história de amor ao mundo eu contarei... Precisei aceitar Jesus novamente quando cheguei do encontro, olhei para a minha pastora e ela simplesmente entendeu o que eu queria e foi comigo, dessa vez não por ter caído, mas, porque eu queria ter a honra de dizer:

ESPIRITO SANTO VEM E TOMA O TEU LUGAR!!!

Agradeço com imenso amor, a todas as pessoas que me esperaram e que acreditaram que esse ENCONTRO COM DEUS  faria a diferença na minha vida, aquela recepção ao lado da Pastora Renata e Pastor Paulo que são canal de Deus na minha vida não tem preço.


Renata, Bruno, Gabriel, Igor, Wanessa, Marcelo, Viviane, Daniel, Thamirys, Thayza, Mauricio, Sabrina, ...Pastora Jane e Pastor Edson... Não consigo lembrar agora o nome de todas as pessoas que fazem a diferença pra mim, me perdoem... amo vocês, todos vocês.

Postagens mais visitadas deste blog

Sobre Recuar

Uma dor que dilacera a alma Endometriose.