Eu, hoje...

Igualzinho como aconteceu antes comigo, e como acontece com muitas pessoas... aconteceu comigo de novo.  Acontece assim sempre num trecho ou outro da estrada, eu sinto tanta dor que parece que um golpe de ar que pega em mim me quebra inteira. E quando isso acontece eu sei que vou conseguir juntar os pedaços novamente, mas não, na hora não me lembro disso, não mesmo. Fico naquela de, por onde começar? Será que o cansaço de estar sempre em erros vai me deixar ir na direção de outra tentativa? Aí quando vejo que o susto foi grande e que preciso tomar folego novamente.  Procuro voltar a caminhar sem contar os ombros, e me dou espaço pra me reinventar...

O tempo passa, a dor ameniza, eu não esqueço, (nunca esqueço) aprendo a conviver com isso. Mais como um milagre a cura começa a aparecer e aqueles cortes que pareciam que nunca iam cicatrizar, desaparecem bem rápido, muito rápido...  Não sei como isso acontece, ou sei, não sei. Mais enquanto eu acho que só existe dor, algo em mim que não sei identificar trabalha em silêncio e me concede um novo momento... Nossa, e ele chega!

Postagens mais visitadas deste blog

Encontro com Deus

Sobre Recuar

Uma dor que dilacera a alma Endometriose.