Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Lagrimas...

Imagem
Essa é uma, apenas uma, das muitas lagrimas que chorei ao te ver sofrendo, ao te ver feliz sem mim e principalmente com outra pessoa te fazendo feliz... Ta chovendo aqui em Natal hoje, e peço a Deus olhando aqui da janela do meu quarto, que leve todas as minhas magoas e as lagrimas que caem do meus olhos, me dê paz e limpe todo meu coração de todo ódio.







Não terá fim...

Passa o tempo, e você ainda consegue me fazer delirar nesse seu olhar. Parece coisa de bobo, paixão que não acaba. Não sei aonde encontramos tantos pretextos para nos amar. Só que algo é certo, como 1+1 não é dois, é este vicio louco que possuímos por nós, querendo a cada dia nos viciar mais! Se for realmente amor, ele há de durar o tempo necessário para ser eterno, se for paixão ela há de estar sempre acesa, se for apenas tudo isso juntos, nós saberemos o que fazer. Eu e você, um caso de amor consumado, que mesmo que acabe, não terá fim!

Não existiria...

Se eu pudesser voltar no tempo, voltaria ao dia em que deixei você me dizer palavras bonitas... voltaria naquele dia em que um beijo selou nossa história. Não, eu não voltaria ao dia em que eu cai na real e te disse ´adeus´ e sim a esse, pois foi neste dia que fui estupidamente boba e emotiva e me deixe crer que com você ia ser diferente. Me sinto idiota demais para não perceber quando nossa história estava se acabando e que aquele amor transformava-se em dor [ao menos para mim]. Se eu pudesse voltar no tempo, teria te dito NÃO, seriamos provavelmente amigos e não haveria sofrimento, nem amor, nem paixão, nem.... eu e você. E não e ia chatear tantos meu amigos, nem me tornar o que sou hoje por sua causa. Você me deu muitos motivos para que eu desistisse de você, agora eu vou te muiiiitos, muitos mesmo pra você se arrepender...

O fim

Acho que já estou meio cansada de muitas coisas, de várias pessoas, de vários amores e de algumas atitudes. Ando meio cansada até de mim mesma. Vou parar o meu mundo re-analisar o que faz parte dele e decidir se fiz escolhas certas. Se não, ainda tenho tempo de mudar, mas é algo para já, agora mesmo. Não quero amanhã acordar meio cansada de novo, quero estar totalmente renovada. Uma nova pessoa, um novo eu, com gostos antigos, mas decisões diferentes.

Mais uma vez...

Porque que as coisas nunca andam pra mim? porque meu Deus que de tempos em tempos eu tenho sempre que esta recomeçando? tem horas como agora, que tenho uma vontade imensa de chorar e sair gritando e quebrando tudo de raiva de mim, da vida, raiva de deixar as pessoas fazerem o que bem entendem comigo...
Porque que eu sou tão idiota assim, a ponto de acreditar nas pessoas? porque que todo pode fazer as coisas que tem vontade... e eu não? é sempre aquela sensação que tudo acontece pra todo mundo e nada pra mim...
24 anos e eu não fiz nada ainda, faculdade, casa própria, carro, essas coisas, nem sequer minha própria religião eu não consigo seguir. Amor? nem de longe, nunca tive, nem sei  que cor tem, nem cheiro, nem gosto, nem nada, sei que ele existe porque eu ouvi alguém falar.
Recomeçar, odeio essa palavra; gostaria pelo uma vez que as coisas seguissem seu rumo sem parar, sem pausa, que andasse, que corresse, que desse pra eu sentir saudade do começo.
Aí, escrevo, esculhambo, exponho …

Minhas cicatrizes lembram você

- Dói né ? - O que? - Que venham te procurar... -Não é isso que dói...

-Não?

-Não. O que dói é perceber que você não fazia falta. E que de uma hora para outra, deixou de ser tudo, e virou nada.









Vai valer a pena, eu sei!

Mamãe ficou altamente desconfiada, quando lhe disse que ia voltar a Mossoró...
-Novamente?
-sim, mais só por alguns dias, falei baixinho.
-O que vc esta aprontando?
-Nada mamãe, apenas quero ir ficar com ele novamente.
Não queria mentir pra ela, mais também ainda não me sinto segura pra falar a verdade.
Ai ela sempre olha com um jeitinho bem dela de dizer, -filha cuidado, não faz tanto tempo assim que vc se  curou de... não esqueça.
Eu sei que ela sempre me dá, a maior força em tudo, me sinto culpada por não contar a real situação a ela e ter que esconde-lo.
Então fico aqui ansiosa pra viajar e vê-lo, e ao mesmo tempo com medo que alguma coisa aconteça com ele.
Então decidi que iria lá, me encontraria com ele e diria que não dá mais.. que eu não posso mais...
Infelizmente não posso ir lá fazer isso, porque sempre que vejo ele levo um choque, ele é alto e gato, e sempre fica encantado ao me ver.

eu não estou amaldiçoada, não estou perdida, eu tenho sorte, tenho muita sorte... vou ficar…

4 meses

Me lembro perfeitamente, a quantidade de borboleta que tinha no meu estomago quando entrei naquele táxi  em pleno 6 de setembro véspera de feriado... e lembro também decepção que foi chegar lá e não te encontrar.. essa foi a primeira vez que alguém, me fez rir, chorar, achar ruim e bom ao mesmo tempo!


-Mainha ama painho?
-ama!
-Ama muito?
-muito muitoooo
-Mainha vai deixar eu não?
-Não!!!

-Painho não consegue mais viver sem vc, se vc me deixar eu vou enlouquecer.
-rsrs

-Mainha toda vez que sentir saudade liga pra mim ta? dê um xero em painho chegue...

-Xau painho. eu te ligo quando chegar...

-Alô painho? cheguei bem, c ta onde?
-em ksa deitado na rede pensando em vc!
-ta bem cheguei agora , mas tarde a gente se fala...
-ta bom, bju bju bju, xau xau


-Alô painho, ta onde?
- to saindo aq da casa do menino aq... to indo pra casa quando chegar te ligo.
-ta bom... (a ligação cai)


um hora, duas horas, três horas, 4 horas depois... e ele ainda não chegou em ksa...

-sua chamada esta sendo encaminhada para a caixa de msg. Mais a tim ta com problema, é isso!
-ta chamando... todo mundo ouviu menos ele...

e ela vai dormir com o estomago cheinho de borboleta, a espera da desculpa de amanhã.