Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Deixei__

Os dias passarem pra ver se minha cabeça realizava o que aconteceu... MINHA AVÓ MORREU! dia 18 de dezembro 03 dias após seu aniversário... horas antes da minha mãe chegar lá pra visitá-la..

Nunca vou esquecer as palavras de tristeza da minha Mãe - Nane ela nem me esperou chegar...  se eu já estava sofrendo pela perda minha Avó, imagine ouvir isso da minha mãe e ainda lembrar o quanto minha Avó era a vida da minha tia... (Fatinha, aliás força maior nunca vi.)

Nesse momento minha Mãe esta vindo para Natal, estou louquinha pra vê-la...  Sabe eu nunca ligava, morria de saudade mas nunca ligava, mas eu sabia que ela estava lá, prontinha pra atender ... mas e agora?
não pode me atender...não vai estar lá... pra me atender...

Pra muitas pessoas (até mesmo da família) tudo continua igual... mas para outras, nunca mas será a mesma, claro que continuaremos a viver, voltaremos a ir a festa, cinema,casa de colegas etc. Mas nunca mas vai ser a mesma coisa.

 Vó descanse em paz... obg por ter dado …

Paz__ Aliança com Deus.

Nunca perdi meu apetite, Nem com nervosismo por causa de provas, nem por causa de entrevistas para empregos,  — nada, a não ser a morte, faria a mínima diferença para minha capacidade de comer como um cavalo de corrida... Por isso hoje senti vontade de comer um cavalo maior___ comecei com água de coco, a cada gole me vinham na memória às pequenas palavras da minha tia - Ela ta bem!  Está libertada; e nesse momento eu também fui___ meu coração foi envolvido por uma substância mágica “a esperança” e - Maaaaãe ela ta bem! Senti paz por saber dela__  Senti paz. Vou orar confiando, porque em nome de Jesus vai acontecer... O milagre vai acontecer, em nome de Jesus e pra glória de Deus o milagre vai acontecer.

Minha vó___

Deus cuida dela pra mim, aqui mesmo!!!!
meu telefone desligado e minha mãe me liga e deixa um recado que não pego, pouco tempo depois ela chega em ksa aos prantos sobe as escadas correndo e me abraça e eu também já começo a chorar...
-Nani sua vó... aí não saiu mas nada, foi ai que vi que era mas serio que pensava; dei um tempo deixei ela chorar tudo que tinha pra chorar e me contar que minha vó esta dodoi.  
Dezembro era pra gente comemorar
pra minha mãe viajar pra lá e depois minha tia vir pra cá, pra eu ligar pra ela e dizer  - Velha coroca(eu chamava ela assim e ela gostava) manda a minha mãe pra ksa. e ela me chamar de velha doceira. e depois ela ligar pra cá e dizer -toma conta da Fatinha... e eu dizer - Deixa comigo vó.

Deus dezembro era pra comemorar....

Acho que essa é a dor que mas doi, a impotência é a dor que mas doi... não poder fazer nada pela minha vó, não poder fazer nada para acalmar o coração da minha mãe, Meu Deus me ajude a ser forte pra poder pelo menos de longe p…

;/

Mas num resumo das últimas semanas. Tenho que dizer que as coisas fugiram um pouco do meu controle. Deve ser nessa fase que a gente começa a se perguntar até que ponto a gente tem controle de alguma coisa. Se é que temos. E ninguém sabe me responder. Acho que eu nem cheguei a perguntar, talvez por eu nem achar essas respostas mais tão importantes. Antes eu vivia procurando motivos pra tudo, hoje eu vivo fugindo deles.