Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

O dia da separação...

Parece até brincadeira — mentira, para ser franca —, mas o que vou lhe contar é verdade verdadeira. Vi Arnold Schwarzenegger na fila do terminal de ônibus com a sua jaqueta de motoqueiro e óculos escuros a me dizer: “Hasta la vista, baby”. Sacou a sua arma e com um tiro certeiro varou meu coração antes que eu lhe pedisse um autógrafo.
Arnold se vai... Fura a fila, senta na janela e ainda por cima pega o lado da sombra. Eu fico... Fico estrebuchando no chão sem ninguém perceber: é só mais uma preta na merda se atrevendo a viver. Mas quem disse que eu queria a vida? A bala de Schwarzenegger não exterminou meu futuro; meu futuro já havia sido eliminado há muito tempo. O tiro do Terminator veio para me libertar. Entretanto, aqui estou com o coração vazado e nada de morrer.
Talvez só esteja lhe contando isso, por ser verdadeira a afirmação de que antes da morte se passa uma breve retrospectiva da vida. Eu vi tudo. Maldita memória que não me fez esquecer todo mal que sofri; todo mal que fiz. …
Porque vc não atende minhas ligações? sei que vc tem lá suas razões ....
olho milhões de vezes suas fotos, me pergunto em que ponto perdemos o foco?
Porque vc não atende se ver que sou eu?
será que é teu jeito de dizer adeus? rodo mil histórias na minha cabeça..

DAQUI A DEZ MINUTOS TALVEZ ENLOUQUEÇA...
Não sobrou nada, é melhor eu aceitar a vida como ela é na realidade,
e não como eu imaginava que fosse.
minha MÃE tinha razão.
Naão tenho medo das imitações que fazem sobre mim... tenho receio que elas não saiam corretas... tudo que eu posto no meu orkut ela copia e cola... o pró é eu sei o que quero dizer com meus textos mas será que vc sabe? acho que não não então porque vc cópia?

Ele é só um cara

E eu já esqueci outros caras antes. ele é só um cara e não minha vida. E não todos os dias da minha história. E não todas as minhas lágrimas juntas em um único sábado solitário. ELE NÃO É O DESTINO. Ele é só um cara, e destinos existem muitos.

E quer saber? é um cara como todos os outros caras. Esse que me perguntou a hora no meio da rua- podia ter sido ele e eu nem liguei. O mendigo, o ginecologista, o padre, o dealer. Ele estava ali o tempo todo. E ele não estava. Ele é só um deles. Vários. Uma legião. E ninguém. Ele é só um cara que mal sabe escolher os próprios perfumes. Não sabe sangrar. Não sabe que nome daria a um filho. Não pode ficar mais tempo.


Ele é só um cara perdido como muitos outros caras que eu encontrei . E perdi.
ELE É SÓ UM CARA E EU JÁ ESQUECI OUTROS CARAS ANTES.

A verdade

é que todas as pessoas vão te machucar, mas cabe a você saber por quais vale a pena sofrer.
Foi só um arranhão eu não vou nem soprar....


dói, mas passa.